O que eu vejo quando me olho no espelho

|| ||

Minhas mãos começam a percorrer minhas coxas, eu vejo o reflexo no espelho e fico contente. Depois de longos anos, elas finalmente parecem diferentes, mais finas e definidas. Eu subo um pouco mais as mãos e meus olhos acompanham tudo através do espelho. Chego na minha barriga, e aparentemente o pequeno sorriso que eu tinha, começa a se desmanchar. Penso que não parece quanto esforço eu faça, ela continua lá, intacta e enorme. 

Tento afastar esses pensamentos ruins, afinal mudanças duradouras demoram, e não tem porque ter pressa. Subo um pouco mais as mãos, e chego aos meus seios. "Eles diminuíram não?!" É uma pergunta retórica, é claro que eles estão menores, mas ainda estão lá me deixando cada vez mais insatisfeita. 

Meus olhos rolam para meus braços que hoje estão bem mais finos do que antes, e descem então para minhas mãos que tem os ossos levemente definidos. Uma pulseira antiga está larga. 

Eu estou feliz, mas não é o suficiente. 

Agora eu observo minha clavícula finalmente marcada. Ela está tão linda, e eu quero pular de alegria, porque em tanto tempo essa é a primeira vez que aparentemente me sinto bem comigo mesma.... Mas então, meu olhar se encontra com o reflexo do meu olho, e eu realmente quero chorar. Eu não estou feliz, não estou sorrindo, estou desgastada e visivelmente péssima. 

Aquelas vozes não se calam nem por um minuto.

Gorda.
Ridícula.
Baleia. 
Enorme. 
Se cair sai rolando.
Nunca vai arrumar um namorado. 
Acha que é bonito ser desse tamanho? 
Enquanto todo mundo está se cuidando, você só sabe em comer. 
A gente nem pode chamar muita gente, porque você come por cinco pessoas. 

Eu ouço isso repetidas vezes na minha cabeça, aquilo me machuca. Parece que todo o esforço foi em vão, nunca serei o suficiente. Não vou dizer que amava do jeito que era, mas eu me aceitava. 

Gorda. Gorda. Gorda. 
Gorda. Gorda. Gorda. 

Será que vocês podem parar de dizer isso? Isso me machuca. Eu não fiquei assim por escolha minha, ao menos sabia o que estava jogando pra dentro do meu corpo. Eu tinha apenas doze anos, como eu iria saber o que deveria ou não comer? Ao invés de me julgarem, porque vocês não me ajudam. 

Eu acho engraçado a forma como os mesmos que gritam ao meu ouvido que eu continuo gorda, são os mesmo que me entopem de comida e dizem que "Já está bom", "Chega", "Está magra demais". Não, eu sei que não estou, porque a todo momento eu vejo olhares me julgando e dizendo o quão enorme eu estou. 

Você me colocaram nesse buraco, e eu só vou sair dele quando eu estiver linda. Linda aos meus olhos. Eu posso sair disso bem magra, ou bem gorda. Talvez eu esteja no meio termo, ou até com músculos definidos... Mas enquanto eu me moldo, eu vou matar cada um de vocês que me fizeram sofrer e chorar nesse longo caminho. 

Eu vou me olhar no espelho e dizer que o que eu vejo, é o que eu amo

3 comentários:

  1. Eu compreendo esse texto, mas as pessoas julgam sempre, independentemente de como estejamos, a mim diziam sempre que eu estava magra demais, já que nunca ninguém fica contente quem deve ficar contente é a dona ou dono do corpo.
    Já vi colegas minhas que passam por isso, têm ansiedade ao peso, não se queriam pesar nas aulas de Educação Física e ficavam muito magoadas quando lhes falavam do seu peso. Mas ainda assim não é por isso que elas não arranjam namorado ou deixam de ser bonitas, o que é preciso é ser saudável, não é saudável ser-se magro demais nem gordo demais, mas se a genética nos inclina para um lado não podemos contrariar.
    Mas afinal o que mantém as pessoas perto? A aparência de nada serve quando se trata de amizades ou amor, porque a aparência muda enquanto que a personalidade apenas amadurece.
    O que é preciso é ser saudável física e psicologicamente e ter noção de que a felicidade não vem da aparência! ^^
    Por isso seja qual for a aparência que se ache mais "bonita" aos olhos da pessoa o que importa é estar saudável!

    ResponderExcluir
  2. Essa nossa sociedade... Uma pena que tudo se baseia em aparência, por isso ela está tão destrutiva.
    O importante e a gente se amar, eu acho que é a chave se amar e buscar ser feliz com as pequenas coisas. Repetir um milhão de vezes no espelho até que você mesmo acredite e possa se achar linda e não ligar para esse tipo de ofensas.
    O ,ais importante e estar saudável, com si mesmo, com seu corpo sendo ele qual for, formas só são isso, o importante e quem você é, o que você faz e as suas qualidades. Mesmo naquelas pessoas que talvez não sejam belas, ainda conseguimos achar algo lindo se a gente olhar com os olhos certos. As vezes a pele, as vezes o cabelo, o sorriso os olhos...

    ResponderExcluir
  3. :O.....

    Cara... incrível.
    Quando estava no final do texto lembrei de certas coisas que acontece comigo ou aconteceu... As coisas são sempre assim ou "vocês ta gorda de mais", ou " você esta magra de mais", ou " você esta comendo muito", ou " você anda comendo tão pouco coma mais um pouco". " você vai comer todo este doce?", “ ah, pode comer este doce sim não tem problema”, “ só hoje não tem problema”.
    Não da para entender o que as pessoas realmente querem da gente, então o melhor e escutar a si mesmo, o que esta bom, o que não esta, como você pretende viver a parti de agora, o que te deixa feliz?
    Eu resolvi viver como eu quero, e cada decisão não será perturbada por ninguém.

    Ameii vir aqui já faz um tempo senti falta tua, serio não some  ultima vez que vim aqui já fazia tempo eu não tina postagem sua.
    Ótima semana
    Beijos lindona
    www.watashinosekaibykrol.com

    ResponderExcluir

♡ Oi tudo bom? Você vai comentar? YAY, Muito obrigada pelo seu comentário :3 ♡
♡ E se você gosta de kaomojis, então aqui alguns que você pode usar:
\(*T▽T*)/ ≖‿≖ ʘ‿ʘ ☆ミ(o*・ω・)ノ (⁀ ᗢ ⁀) (= ^ _ ^ =) (●´∀`●) (◕ᴗ◕✿) ( ͡° ͜ʖ ͡°) (  ゜Д゜)⊃旦 (#`д´)ノ ╭(๑¯д¯๑)╮(; ̄Д ̄)(づ ̄ ³ ̄)づ ლ(́◉◞౪◟◉‵ლ) ヾ(^∇^) ( ゚▽゚)/ ( ^_^)/ ( ´ ▽ ` )ノ (ノ´∀`*)ノ ヾ(´・ω・`) ☆ミ(o*・ω・)ノ \(^▽^*) (*^▽^)/ ( ̄▽ ̄)ノ ヾ(-_-;) ヾ( ‘ – ‘*) ヾ(@⌒ー⌒@)ノ 【・_・?】ಥ_ಥ (✖╭╮✖) \(★´−`)人(´▽`★)/(*^ω^)人(^ω^*) (〜 ̄▽ ̄)〜