Só acho engraçado que....

|| || Nenhum comentário ♡

[09 - BEDA] 

Só acho engraçado como as coisas mudam num piscar de olhos. Uma hora pessoas as quais você confiava, hoje você sente preguiça de ter que falar com ela, enquanto outras que você gostaria de manter distância, acabam te cativando.

Mas não sei, ultimamente muitas coisas tem me chateado, hoje o dia não foi dos melhores, o que surpreendentemente deveria ter sido, já que hoje o vídeo de debut do meu grupo de dança foi lançado, mas foi um dia 8/80. Uma hora estava ótimo, na outra por conta de atitudes e coisas que aconteceram me deixaram bem pra baixo. Acho que o dia só não está tão ruim porque eu comi um salgadinho de mel muito bom, e consegui ir até bem na minha aula de volante; fora isso tudo que deveria me dar alegria apenas me deixou ainda mais pra baixo. 

Não vou mentir: minha faculdade, amizades, corpo, tudo anda me deixando muito estressada e eu posso fazer o esforço que for que nada muda. Eu não tenho paz um só momento e isso está me desgastando. Nunca nada está bom o suficiente pros outros, e eu não posso viver minha vida em paz porque minha faculdade e toda a burocracia que tem pra se viver não deixam. Eu sinceramente estou cansada. Nas minhas férias foi a mesma coisa que não estar de férias. Minha mente não está descansada, e eu não estou em paz. 

Bom, mas amanhã eu tenho uma nova chance de fazer tudo ser melhor pra mim, e vou seguindo um dia após o outro. Se coisas não deram certo, provavelmente era por que não era a minha hora, e se pessoas vem e vão, é melhor não se importar mais, pois isso cansa, desgasta e não muita das vezes não vale a pena insistir. 

Vou saber o meu melhor, mas não garanto que daqui uns 5 anos eu não vá virar e dizer: "Só acho engraçado que...". 

Respeito ao cadáver

|| || Um comentário ♡

“Ao curvares, com a lâmina rija do teu bisturi, sobre o cadáver desconhecido, lembra-te de que este corpo nasceu do amor de duas almas, cresceu embalado pela fé e pela e esperança daquela que, em seu seio o agasalhou.

Sorriu e sonhou os mesmos sonhos das crianças e dos jovens, por certo amou e foi amado, esperou e acalentou uma manhã feliz, e sentiu saudades dos outros que partiram; e agora faz na fria lousa, sem que por ele tivesse derramado uma lágrima sequer, sem que tivesse um ma único beijo de despedida, sem que tivesse uma só prece.

Seu nome, só Deus sabe, mas o destino inexorável deu-lhe o poder e a grandeza de servir a humanidade que por ele passou indiferente...”

(Rokitansky, 1876)

Hoje eu tive minha primeira aula de anatomia, e meu professor passou isso para a turma. Confesso que depois de tudo que eu ouvi hoje durante a aula, reforçou totalmente meu pensamento sobre estudar corpos, sejam eles de animais ou seres humanos. É algo que quando feito sem respeito e ética, deixa de ser interessante, e passa a ser uma coisa horrível. 

Hoje eu tenho ainda mais nojo de alunos que postam em redes sociais, expondo orgãos e cadáveres sem nenhum tipo de respeito, com um sorriso enorme no rosto, e achando graça de comentar sobre as coisas. Não é engraçado, não é divertido, é no máximo interessante, porque esse alguém que você fatia e apalpa já foi uma pessoa esquecida pelo resto do mundo na maioria das vezes, e que não pode descansar em paz.  

Independente se há ou não um paraíso para além da vida, e que um corpo é simplesmente um corpo, não tira o fato de que um dia alguém o habitou, e todos deveríamos respeitá-lo. Acho que as pessoas que fazem brincadeiras e expõe sobre não pensa na possibilidade que poderia ser alguém da sua família, com um aluno rindo e abrindo essa pessoa. Como vocês se sentiriam?! Eu não consigo nem imaginar sobre, porque me dói, e me dói muito. 

Estudar corpos, funções, e tudo o que nos compõe ou compõe coisas que amamos, é interessante e fascinante, mas tirar sarro disso como se aquilo fosse simplesmente um simulador online onde a vida de ninguém está em jogo, é sujo, obscuro, nojento e repugnante. Eu espero que os alunos e profissionais que tem essa matéria, e contato com tais sejam respeitoso, pois é aquela famosa frase: Poderia ter sido com qualquer um. 

Faço questão de guardar aqui as palavras de Rokitansky, pois são belas e verdadeiras. 

[08 - BEDA]

Dica de filme: O Segredo do Vale da Lua

|| || Nenhum comentário ♡

[07 - BEDA]

Olá pessoas! Depois de séculos eu finalmente vou indicar um filme pra vocês! Esse filme eu lembrei dele, porque minha mãe tinha comprado o DVD a uns mil anos atrás, e eu sempre fui apaixonada por toda a história e os efeitos dele. É um filme que eu adoro e sempre estava assistindo ele, dai um belo dia navegando no youtube eu acabei achando ele completo e claro, sofri muito sim! Então eu resolvi deixar aqui pra vocês assistirem. Vou deixar os dados técnicos e a sinopse dele também claro. ♥


Resultado de imagem para O segredo do valePaís: Hungria, Inglaterra, França
Classificação: livre
Estréia: None
Duração:103 min.
Direção: Gábor Csupó
Elenco: Ioan Gruffudd , Dakota Blue Richards , Tim Curry , Augustus Prew , Natascha McElhone , Juliet Stevenson , Tamás Tóth




Bela Bontempo (Dakota Blue Richards) é uma órfã de 13 anos, que precisa se mudar da mansão em que mora para a sombria casa de seu tio Benjamin (Ioan Gruffudd), no misterioro Vale da Lua. Ao passear pela floresta próxima à sua nova casa, ela descobre uma maldição que divide duas famílias há séculos e que põe em risco o próprio vale. Para salvar o local, Bela precisa quebrar o feitiço antes da 5.000ª lua cheia. Para tanto ela conta com a ajuda do chefe Pierre (Michael Webber), um cozinheiro maluco, a sra. Lavandísca (Juliet Stevenson), sua babá, e o cão Rufus.